IBGM na rede
NOTÍCIAS
Home - IBGM Informa

Mensagem do IBGM à cadeia produtiva

Publicado em 23/03/2020

“A esperança não murcha, ela não cansa,
Também como ela não sucumbe a Crença,
Vão se sonhos nas asas da Descrença,
Voltam sonhos nas asas da Esperança”
Augusto dos Anjos

 

Amigos empresários do setor de gemas, joias e bijuterias,

Chico Xavier tinha um ‘mantra’ que lhe ajudava a superar os problemas do dia a dia: era uma singela frase colada na cabeceira de sua cama que dizia ‘vai passar’. É isso: vai passar. Por ora, temos que ter responsabilidade, foco e visão de conjunto. Nossa preocupação emergencial e prioritária deve ser a contenção da disseminação do vírus, de forma a não estrangular os atendimentos hospitalares.

O isolamento social, portanto, será condição necessária para a contenção de danos. A partir de segunda, o IBGM disponibilizará material informativo – cursos, palestras, seminários, do próprio Instituto e de parceiros – para que nossos clientes acessem, de forma remota, e possam ocupar seu tempo em casa de maneira mais produtiva possível.

Também a partir de segunda, 23, a equipe do Instituto trabalhará em regime de home office, com o compromisso de manter suas atividades, visando o atendimento aos prazos e às demandas das empresas associadas e expositoras das feiras que organizamos.

Todos os dias recebemos notícias de progressos concretos na contenção da doença (como é o caso da China, Coréia, Japão, entre outros) e de avanços no desenvolvimento de vacinas e remédios para combatê-lá. É uma questão de tempo superarmos esse desafio.

Devemos, de acordo com nossas possibilidades, não quebrarmos a cadeia de negócios entre fornecedores e clientes. Vamos repactuar nossos compromissos e honrá-los na medida de nossas forças. O mundo não vai acabar. Os negócios voltarão a acontecer. Por isso, precisamos manter viva a cadeia de valor do nosso segmento.

Seguramente nenhum ser humano vivo presenciou uma crise de saúde pública com as dimensões da atual pandemia do Covid-19. A referência histórica mais próxima, a Gripe Espanhola, ocorreu há quase 100 anos, em 1918. A experiência dramática de outros países como a Itália, por exemplo, antecipam para o Brasil o cenário de uma longa e dolorosa batalha contra um inimigo invisível e sorrateiro. Nessa luta contra o vírus, nossa principal arma deverá ser a razão, a ciência e o bom senso. Por outro lado, como todos sabem, em tempos como esse é que, muitas vezes, se constrói o capital cívico que muda o destino de muitas nações. As crises deixam uma lição e um duro aprendizado que nos deixarão mais fortes e unidos.

A provação que o Covid-19 submeterá ao povo brasileiro nos próximos meses terá que deixar um significado, um legado de superação e um país mais maduro. Resiliência e responsabilidade serão os fios condutores que nos guiarão.

Vamos ter fé, será um dia de cada vez e, ao final de tudo, VAI PASSAR!

Atenciosamente,
Roseli Duque
Presidente

Tags: