IBGM na rede
NOTÍCIAS
Home - IBGM Informa

A crise vai passar e nada será como antes

Publicado em 26/03/2020

Esse é o momento do setor iniciar um movimento de revalorização da joia brasileira e de sua cadeia produtiva.

Por Ecio Morais

Designer Carla Abras e produção Manoel Bernardes

 

A crise nos traz enormes incertezas em relação ao futuro. Porém, podemos estar seguros de que, partir de agora, nada será como antes na economia, na política, na convivência social e na cultura.

A crise trará à tona a nossa enorme desigualdade social e demonstrará a importância de contarmos com um poder público competente, qualificado tecnicamente e apto a atender as demandas emergenciais da sociedade. O resgate do valor da ciência, da razão, do processo educacional e da responsabilidade política voltará à agenda de prioridades da nossa sociedade.

A solidariedade, o respeito ao próximo e a cooperação global em relação às questões sanitárias, do meio ambiente, dos conflitos geopolíticos também ganharam igual relevância diante do pavor desencadeado pela epidemia do Covid-19.

É nesse contexto de mudanças estruturais que podemos iniciar um movimento de revalorização da nossa cultura e de rejuvenescimento da nossa indústria e economia. Durante anos, presenciamos um processo absolutamente desordenado de importações irregulares da China que minaram, progressivamente, a força do nosso talento, da nossa criatividade e do setor joalheiro no Brasil.

A hora é de mudança e de reflexão. A crise vai passar e, mais do que nunca, o Brasileiro precisará do Brasileiro para se reerguer e reconstruir uma nação digna desse nome. O Brasil tem uma cultura riquíssima e a nossa joia pode ser um retrato e um instrumento de promoção dessa riqueza.

De novo: a crise vai passar e nesse momento caberá um apelo a todo o setor varejista de joias no Brasil: vamos priorizar os negócios com a indústria nacional. Vamos valorizar o que é nosso. Vamos reconstruir nossa economia de braços dados, de forma solidária, vamos estar atentos à nossa desigualdade social e vamos lutar de verdade para revertê-la.

Alguém, em algum lugar, está nos oferecendo uma segunda oportunidade. Uma oportunidade de viver em paz, em mundo menos desigual, mais limpo, mais humano e mais solidário. Podemos começar o trabalho tornando o nosso setor mais profissional, mais fiel, mais respeitoso, mais competitivo, inovador e com um jeito mais brasileiro.

#VAI PASSAR